"Homens armados não identificados atacaram a prisão de Owerri por volta das 2h15 da madrugada desta segunda-feira, 5 de abril (...) e libertaram 1.844 detidos", disse Francis Enoborre, porta-voz dos serviços penitenciários, especificando que explosivos foram usados na ação.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.