"A mãe é suspeita de privação ilegal da liberdade e de provocar lesões físicas", disse à AFP o porta-voz da polícia Ola Österling.

O filho, de 41 anos, ficou trancado durante muito tempo no apartamento da família em Haninge, nas proximidades de Estocolmo, relatou.

De acordo com os jornais Expressen e Aftonbladet, a mãe deixou o filho trancado no apartamento durante 28 anos, depois de retirá-lo da escola quando tinha 12.

"O alerta foi dado por uma integrante da família, depois de ver (a vítima)", confirmou o Ministério Público em um comunicado.

A imprensa local afirmou que o homem tinha feridas infectadas nas pernas, mal conseguia caminhar, ou falar, e praticamente perdeu todos os dentes.

A polícia não confirmou os detalhes, mas indicou que o homem foi hospitalizado.

"Havia urina, sujeira e poeira. Cheirava a mofo. Ninguém faz limpeza há anos", segundo a familiar que encontrou a vítima, citado de maneira anônima pelo Expressen.

A pilha de lixo quase impediu a entrada no apartamento

"Estou surpresa, chateada, mas ao mesmo tempo aliviada. Há 20 anos que espero por este dia, porque percebi que ela tinha o controle total da vida dele, mas nunca teria imaginado algo desta magnitude", disse a fonte da família.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.