Os hidrocarbonetos são um setor vital para as finanças da Líbia, mas, com frequência, o setor é prejudicado pela instabilidade política do país.

"Impulsionado pelo aumento dos preços" nos mercados internacionais, "a receita líquida apenas em novembro e dezembro de 2021 obtida com as vendas de petróleo bruto, gás e outros derivados atingiu um nível recorde de US$ 4,3 bilhões", afirmou a NOC em um comunicado.

A Líbia tem grandes reservas de petróleo, mas tenta, há dez anos, sair do caos em que o país ficou mergulhado após a queda do governo de Muammar Gaddafi, em 2011.

A economia do país foi afetada pelas profundas divisões entre as facções rivais no leste e oeste do país. Além disso, as instalações petroleiras também são alvo de ataques, ou são bloqueadas por grupos armados, com o objetivo de pressionar um ou outro lado.

Depois de muito tempo em queda, a produção subiu, até chegar à marca atual de 1,2 milhão de barris diários (mbd).

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.