Duas vezes ganhador do Oscar, o ator vai interpretar um personagem coadjuvante neste filme dirigido pelo italiano Franco Nero, que também desempenha o papel de protagonista, diz um comunicado de imprensa que destaca especialmente o "grande retorno ao cinema" do americano.

A onda de acusações que freou a grande carreira de Spacey, no final de 2017, correspondeu ao surgimento do movimento #MeToo, que nasceu a partir do caso do todopoderoso produtor Harvey Weinstein.

Demitido da série "House of Cards", na qual interpretava um político sem escrúpulos, também ficou fora de um filme de Ridley Scott, "Todo o dinheiro do mundo".

As denúncias de atentado ao pudor e agressão sexual contra o ator foram retiradas em 2019, no estado de Massachusetts.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.