Durante o jogo, válido pela sexta e última rodada do Grupo H da Liga dos Campeões, o atacante francês Demba Ba, de origem senegalesa, estava no banco de reservas e discutiu com o quarto árbitro, o romeno Sebastian Coltescu, a quem acusou de ofensas racistas.

Demba Ba acabou expulso e todos os jogadores das duas equipes deixaram o gramado do Parc des Princes em solidariedade ao atacante.

Dirigentes dos dois times foram ao campo para entender a situação.

De acordo com as primeiras informações, o alvo das ofensas seria um membro da comissão técnica do Basaksehir, que foi defendido por Demba Ba.

Os jogadores do PSG ficaram no vestiário por cerca de 10 minutos e depois retornaram para o reinício do duelo, enquanto os adversários turcos ainda não voltaram.

O presidente do Basaksehir disse que a equipe não retornará se o quarto árbitro seguir na partida.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.