Microtremores típicos de fluxos de lava ascendente ocorreram esta tarde na região do Monte Keilir, a 30 quilômetros de Reykjavik, informou o Instituto Meteorológico da Islândia.

"A possibilidade de uma erupção é real, mas temos que ver como a atividade evolui", disse Freysteinn Sigurdsson, pesquisador de geofísica da Universidade da Islândia, em entrevista coletiva.

A polícia bloqueou as estradas ao redor da montanha, de acordo com um fotógrafo da AFP no local.

O Aeroporto Internacional de Keflavik e o pequeno porto de pesca de Grindavik ficam a apenas alguns quilômetros de distância, mas a área da possível erupção é desabitada.

Mais de 16.000 tremores de magnitude variável sacudiram os sismógrafos nos últimos oito dias, contra 1.000 normais em um ano.

A Islândia, localizada na Cordilheira do Atlântico - onde as placas tectônicas europeia e norte-americana se separam - é a maior e mais ativa região vulcânica da Europa, com erupção a cada cinco anos, em média.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.