Araghchi será substituído por Ali Bageri, próximo ao novo presidente, o ultraconservador Ebrahim Raisi, acrescentou o Ministério das Relações Exteriores.

A Chancelaria não especificou se Bageri, antigo membro da equipe de negociação conhecido por sua recusa a fazer quaisquer concessões ao Ocidente, também será nomeado negociador-chefe para as questões nucleares.

Iniciadas em abril deste ano, em Viena, as discussões entre o Irã e as cinco potências que ainda fazem parte do acordo nuclear internacional se encontram paralisadas.

O objetivo desta tentativa de diálogo é conseguir convencer os Estados Unidos a voltarem para este pacto concluído em 2015. Os EUA abandonaram a iniciativa, de forma unilateral, durante o governo de Donald Trump.

Bageri, de 53 anos, também é considerado uma pessoa próxima ao supremo guia iraniano, Ali Khamenei. Em 2019, foi designado adjunto para assuntos internacionais da Autoridade Judicial por Raisi, que assumiu a presidência do Irã em agosto deste ano.

Raisi sucedeu ao moderado Hassan Rohani, artífice do acordo internacional que permitiu pôr fim a 12 anos de crise envolvendo a questão nuclear iraniana.

Baqeri criticou Rohani, repetidamente, por aceitar restrições ao programa nuclear do país e por permitir o acesso de "estrangeiros" às instalações iranianas.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.