Um incêndio num centro de detenção juvenil, no Egito, matou pelo menos seis adolescentes e feriu quase duas dezenas, anunciaram as autoridades.

O incêndio começou na quinta-feira nas instalações do distrito de Al-Marg, na capital do país, Cairo, e as vítimas são todas do sexo feminino.

O responsável pelas instalações, que abriga cerca de 200 meninas com idades entre os 14 e os 17 anos, foi detido enquanto o incêndio está sendo investigado.

Não ficou claro, no entanto, o que causou o incêndio, mas uma investigação preliminar apontou a origem para um curto-circuito, segundo os meios de comunicação locais, citados pela BBC.

Leia Também: Nove pessoas morrem atropeladas por trem na China

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.