"Ele não está em boas condições, não pode nem mesmo ser um reserva para jogar alguns minutos", declarou o treinador italiano, ao anunciar a lista final de 26 jogadores, na concentração húngara perto de Salzburg, na Áustria.

O desfalque de Szoboszlai, meia de 20 anos, é um duro golpe para a Hungria, que perde seu jovem astro no momento em que se prepara para encarar o dificílimo Grupo F na primeira fase, junto com a campeã do mundo de 2018 França, Alemanha (campeã mundial em 2014) e Portugal (atual campeão da Eurocopa).

Um dos 11 países-sede do torneio, a Hungria enfrenta Portugal no dia 15 de junho, a França em 19 de junho e a Alemanha no dia 23.

Szoboszlai assinou com o Leipzig em janeiro em um acordo de 20 milhões de euros (24 milhões de dólares), um valor recorde para um jogador húngaro. Mas ele não conseguiu estrear no time alemão devido a lesões.

"O mais importante é que a seleção nacional consiga um bom resultado na Eurocopa e, para mim, que eu me recupere totalmente até setembro", disse Szoboszlai após o anúncio do treinador.

"É difícil ser cortado da equipe, mas foi a única decisão responsável", acrescentou.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.