A Electronic Entertainment Expo (E3) será realizada exclusivamente pela internet de 12 a 15 de junho, anunciou nesta terça-feira (6) a Entertainment Software Association, a associação comercial da indústria de videogames dos Estados Unidos.

O evento costumava lotar o Centro de Convenções de Los Angeles com fãs fantasiados de personagens, recriações de cenas de jogos e oportunidades de experimentar títulos que estavam prestes a chegar ao mercado.

"Por mais de duas décadas, a E3 tem sido o principal local para mostrar o melhor que a indústria de videogames tem a oferecer", afirmou o diretor executivo da organização, Stanley Pierre-Louis, em um comunicado.

"Estamos transformando a E3 deste ano em um evento mais inclusivo, mas seguiremos nos esforçando para emocionar os fãs com grandes revelações e chances de informação privilegiada que tornam este evento o palco central indispensável para os videogames", acrescentou.

A lista de empresas que já se inscreveram para participar da E3 deste ano inclui a Nintendo, a Microsoft e a grande empresa francesa de jogos Ubisoft.

A Sony, porém, ainda não confirmou presença. Seu popular console PlayStation compete com o Switch da Nintendo e o Xbox da Microsoft.

A E3 sempre foi uma vitrine para novos títulos de videogames, tendências e hardware, atraindo pessoas do mundo inteiro. Durante muito tempo, o evento ficou restrito a membros da indústria, mas nos últimos anos abriu partes da feira aos fãs.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.