O acordo alcançado pelos líderes dos sete países mais ricos do mundo foi descrito como "histórico" pelo ministro britânico das Finanças, Rishi Sunak, que presidia a reunião.

O acordo formal poderá ser anunciado na próxima reunião dos ministros das Finanças do G20 em Veneza, em julho, antes de sua validação pelos países da OCDE.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.