"Se houvesse um acordo que não fosse bom (...) nós nos oporíamos", declarou à rádio Europe 1. Ao ser questionado se a França vetaria uma proposta, ele respondeu: "Sim. Todo país tem direito de veto".

A França fará sua "própria avaliação" do acordo", destacou. "Devemos isso aos franceses, aos pescadores e a outros setores da economia", destacou Beaune.

"Existe um risco de que não aconteça acordo e temos que nos preparar para isto", disse. "Mas acho que podemos chegar a um acordo e a um bom acordo", acrescentou.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.