"A base dos humanitários foi queimada e incendiada pelos combatentes, mas até agora nenhum empregado foi afetado", declarou à AFP uma fonte humanitária que pediu para ter sua identidade preservada.

"Temos 25 empregados refugiados em um búnquer que os insurgentes tentam invadir", destacou.

"Os terroristas do Iswap lançaram um ataque simultâneo em uma base militar e uma base humanitária da ONU", segundo a fonte militar.

Reforços militares com sede na cidade de Marte, a 40 km, foram enviados ao local para ajudar a rechaçar os jihadistas, informou a fonte humanitária.

O nordeste da Nigéria é afetado por um conflito sangrento desde 2009 e o começo dos ataques dos islamitas do Boko Haram.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.