O Departamento do Tesouro informou que seu Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) congelou os bens e interesses do ministro Álvaro López Miera, bem como da Brigada Nacional Especial do Ministério do Interior de Cuba, por supostos abusos dos direitos humanos cometidos durante as manifestações que estouraram em toda Cuba em 11 de julho.

"Este é apenas o começo; os Estados Unidos continuarão a punir os responsáveis pela opressão do povo cubano", disse Biden.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.