"Hoje anuncio a designação pública de um representante na Câmara Baixa da Legislatura paraguaia, Ulises Rolando Quintana Maldonado, devido à sua participação na corrupção significativa", disse o chefe da diplomacia americana Antony Blinken.

"O senhor Quintana participou de atos que facilitaram o crime organizado transnacional, prejudicaram o Estado de Direito e obstruíram a confiança da população nos processos públicos do Paraguai", acrescentou em uma declaração.

O secretário de Estado americano tem o poder por lei de impedir a entrada no país de um representante de um governo estrangeiro e de seus familiares imediatos pela "sua participação direta ou indireta" em atos de corrupção.

A proibição de entrada nos Estados Unidos para Quintana também envolve sua esposa, Mirtha Beatriz Esperanza Fariña Velausteguiz.

Esta decisão "reafirma o compromisso dos Estados Unidos de combater a corrupção no Paraguai, a região da fronteira tripla (paraguaia, argentina e brasileira) e em nível mundial", concluiu Blinken.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.