"Nós obviamente vemos isso como um passo positivo", disse o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price.

A União Europeia anunciou que na sexta-feira (2) terá um diálogo virtual entre as nações que permaneceram no acordo de 2015 e Irã, para discutir as perspectivas de um possível retorno dos EUA.

O presidente Joe Biden apoia o acordo que foi rompido pelo seu antecessor Donald Trump, mas o novo governo insiste que para isso o Irã deve voltar a cumprir com o pacto.

"Nós estamos prontos para buscar um retorno ao cumprimento de nossos compromissos com o JCPOA com a condição de o Irã fazer o mesmo", disse Price, usando a sigla formal do acordo.

Os Estados Unidos estão conversando com seus parceiros "sobre a melhor forma de conseguir isso, inclusive por meio de uma série de medidas iniciais recíprocas", disse Price.

"Estamos procurando opções para fazer isso, inclusive com conversas indiretas por meio dos nossos parceiros europeus", acrescentou, afirmando que o governo Biden ainda não conversou diretamente com Teerã.

O Irã quer que os Estados Unidos acabem com as sanções impostas por Trump antes de reverter as medidas de cumprimento total do acordo.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.