"Compartilhamos essas doses, não por favores ou concessões. Compartilhamos essas vacinas para salvar vidas e liderar o mundo em direção ao fim da pandemia com o poder de nosso exemplo e nossos valores", disse Biden em um comunicado.

A Casa Branca informou que, para as doses a serem distribuídas por meio do mecanismo Covax, Washington priorizará países da América Latina e Caribe, e do Sul e Sudeste Asiático e da África.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.