"Sei que não dei notícias na semana passada (sua última mensagem foi em 1º de dezembro, quando revelou que estava doente), mas foi realmente uma semana das mais difíceis que vivi em muito tempo", disse o britânico em um curto vídeo.

"Apenas me dediquei a me recuperar e tentar estar em forma para voltar ao carro para a última corrida da temporada, em Abu Dhabi", no domingo, continuou o piloto da Mercedes, que se sentia "muito bem" na manhã desta terça-feira.

Após testar positivo um dia depois do Grande Prêmio do Bahrein, em 29 de novembro, Hamilton não participou da etapa seguinte da F1, no mesmo circuito de Sakhir, sendo substituído por seu compatriota George Russell, piloto da Williams e membro da subsidiária Mercedes.

Hamilton ficará isolado no Bahrein até quarta-feira, quando poderá ir para Abu Dhabi se testar negativo, e poderá correr se estiver totalmente recuperado.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.