"Seguindo as diretivas do presidente Abdel Fattah al Sissi, máquinas de construção e equipes técnicas atravessaram hoje [sexta] o posto fronteiriço de Rafah para Gaza", diz o comunicado.

Imagens divulgadas pelas autoridades mostram dezenas de guindastes e caminhões com a bandeira egípcia ao longo da fronteira.

Elas servirão para "retirar os escombros" dos prédios destruídos e danificados, e "preparar o terreno para a reconstrução", acrescenta.

Em 20 de maio, o presidente egípcio prometeu uma ajuda de 500 milhões de dólares para a reconstrução de Gaza, onde vivem dois milhões de palestinos submetidos a um bloqueio israelense há 15 anos.

Sissi também voltou a abrir a passagem de Rafah, única abertura ao mundo da Faixa de Gaza que não é controlada por Israel, para enviar ajuda humanitária e permitir que os habitantes de Gaza feridos sejam tratados no Egito.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.