"Pode ter parecido fácil, mas não foi. Estava menos quente hoje do que quinta-feira, então a bola quicou menos. Mas eu soube me adaptar", resumiu o número 1 do mundo.

O sérvio, finalista no ano passado, chegou às oitavas na capital francesa pela décima segunda vez consecutiva, o que representa um recorde na era Open (desde 1968).

Rafael Nadal e Roger Federer pararam em onze presenças consecutivas nas oitavas de final em Roland Garros, entre 2005 e 2015.

Aos 34 anos, Djokovic luta pelo 19º troféu de Grand Slam para ficar a um título do recorde que atualmente é dividido entre Rafael Nadal e Roger Federer.

Para isso terá que vencer a jovem promessa italiana Lorenzo Musetti (76º), de 19 anos, na segunda-feira.

Musetti derrotou seu compatriota Marco Cecchinato (83º) por 3-6, 6-4, 6-3, 3-6 e 6-3.

O jovem, 76º do mundo, torna-se assim o sexto tenista desde 2000 a alcançar a segunda semana de um 'major' já em sua estreia, depois de Hyung Taik-Lee (US Open em 2000), David Goffin (Roland Garros em 2012), Juan Ignacio Londero (Roland Garros em 2019), Daniel Altmaier (Roland Garros em 2020) e Aslan Karatsev (Australian Open em 2021).

"Já treinei com ele (Djokovic) algumas vezes, mas nunca o enfrentei. Então, obviamente, vai haver um pouco de tensão. Mas espero por esse tipo de duelo desde que era muito jovem por isso vou desfrutar disso", explicou Musetti em entrevista coletiva.

Em tese, o vencedor do duelo das oitavas de final entre Djokovic e Musetti poderá enfrentar Roger Federer valendo uma vaga nas semifinais.

O suíço (8º) joga neste sábado a sua 3ª rodada contra o alemão Dominik Koepfer (59º).

- Schwartzman avança -

O argentino Diego Schwartzman (10º do ranking da ATP) também se classificou para as oitavas neste sábado, fase que havia alcançado em Paris em duas outras ocasiões, após derrotar o veterano tenista alemão Philipp Kohlschreiber (132º) em três sets consecutivos .

'El Peque' precisou de pouco mais de duas horas para impor sua juventude (28 anos) e hierarquia contra os alemães (37 anos) na pista Suzanne-Lenglen sob o céu nublado da capital francesa, e como em seus dois compromissos anteriores (contra Yen-Hsun Lu e Aljaz Bedene) não desistiram de um único set; 6-4, 6-2, 6-1.

"Estou muito feliz por estar de volta, por voltar a jogar meu melhor tênis. No ano passado foi meu melhor torneio aqui, e poucas pessoas puderam vir. Estou muito feliz por jogar diante de muitas pessoas esta semana", disse ele após o jogo.

-- Resultados do 7º dia do torneio Roland Garros:

- Simples masculino (3ª fase):

Novak Djokovic (SRB/N.1) x Ricardas Berankis (LTU) 6-1, 6-4, 6-1

Lorenzo Musetti (ITA) x Marco Cecchinato (ITA) 3-6, 6-4, 6-3, 3-6, 6-3

Diego Schwartzman (ARG/N.10) x Philipp Kohlschreiber (ALE) 6-4, 6-2, 6-1

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.