A Itália acumulou uma dívida de 2,6 trilhões de euros (quase 3,1 trilhões de dólares), o que representa a maior proporção da zona do euro, atrás apenas da Grécia.

No entanto, o número publicado pelo ISTAT é menor que a previsão do governo de 157% do PIB. Em 2020, o PIB italiano foi de 1,65 trilhão de euros, ou seja, 8,9% a menos que em 2019.

"Em 2020, a economia italiana sofreu uma contração excepcionalmente importante como consequência dos efeitos econômicos das restrições vinculadas à crise de saúde", destacou o ISTAT em um comunicado.

"A dívida da Administração Pública piorou significativamente em relação a 2019 por causa da queda da cobrança de impostos e um grande aumento do gasto, devido às medidas de apoio aplicadas para combater os efeitos da crise em famílias e empresas", sempre de acordo com o INSTAT.

Roma espera reativar a economia da península com um plano de financiamento da União Europeia por um valor de 200 bilhões de euros.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.