"A decisão foi adotada com 170 votos a favor, 37 contra e 21 abstenções", anunciou o vice-presidente do Parlamento búlgaro, Atanas Atanasov.

A proposta abre o caminho para o governo desbloquear o início das negociações, em troca de garantias da UE à Bulgária de que a Macedônia do Norte cumprirá suas demandas sobre antigas disputas históricas e linguísticas.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.