Estes problemas "dificultam no momento a atividade do setor manufatureiro", pilar da economia alemã, afirmaram seis influentes organizações econômicas.

Em abril, os mesmos institutos previram uma alta de 3,7% do PIB alemão este ano, após a queda de 4,9% registrada em 2020, provocada pela pandemia de covid.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.