O internacional mexicano Jesús Corona, que hoje foi oficializado como reforço do Sevilha proveniente do FC Porto, disse ser “um sonho” poder jogar na Liga espanhola de futebol.

“Hoje posso dizer que estou a cumprir um sonho de poder jogar em La Liga. Toca-me continuar a trabalhar e a cumprir objetivos”, disse, em declarações ao ‘site’ oficial do clube.

O extremo, que também pode atuar na defesa, destacou a “ansiedade” de se juntar aos sevilhanos, explicou a razão da sua alcunha, ‘Tecatito’, e também da escolha do número ‘9’ para a camisola, dado que quer “fazer mais golos além de continuar a fazer assistências”.

Entre os reencontros, nota para o técnico Julen Lopetegui, que hoje o elogiou e que já o tinha orientado nos ‘dragões’, mas também do médio Oliver Torres, um “bom amigo”.

Corona elogiou ainda o grupo, com “boas qualidades humanas”, e a forma como todos o encheram “de motivação e força para demonstrar” que é “a melhor opção” para Lopetegui.

O mexicano assumiu estar “pronto para jogar no sábado”, no dérbi com o Bétis, para a Taça, e que procura continuar a elevar o Sevilha “aos primeiros lugares, para que soe o seu nome em todo o mundo”.

A saída de Corona do FC Porto para o Sevilha foi hoje oficializada pelo segundo classificado na Liga espanhola de futebol, com o mexicano a assinar um contrato válido até 2025.

O jogador polivalente, 63 vezes internacional pelo México, terminava o contrato com o FC Porto em 30 de junho de 2022, mas mudou-se desde já para Espanha, na ‘janela’ do mercado de transferências de janeiro.

Para trás, ficam seis épocas e meia no FC Porto, clube a que chegou em 2015, proveniente dos neerlandeses do Twente, durante as quais conquistou dois campeonatos nacionais e uma Taça de Portugal.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.