Artur marcou o gol da vitória aos 60 minutos, aproveitando um cruzamento de Jonatthan Mensah na área e mandando longe do alcance do goleiro Matt Turner.

O Columbus removeu assim seu último obstáculo para chegar à sua primeira final desde 2015. Agora o time espera entre o atual campeão Seattle Sounders e o Minnesota United, que se enfrentarão na segunda-feira valendo o título da Conferência Oeste.

Desde o início, o Columbus dominou totalmente o jogo. Aos 6 minutos esteve perto de abrir o placar quando o costarriquenho Luis Díaz finalizou com o pé esquerdo do meio da área.

Aos 13 minutos, foi o veloz Gyasi Zardes quem colocou em perigo o gol do New England com um chute de pé direito rente à trave, mas a bola foi para fora.

Pelo New England, aos 28 minutos, o polonês Adam Buksan avançou sozinho pela esquerda após assistência do espanhol Carles Gil e perto da pequena área chutou perigosamente com o pé esquerdo, mas a bola saiu após bater a trave.

Aos 39 minutos, foi Zardes novamente quem assustou com um chute de pé esquerdo que foi afastado por Turner com uma defesa espetacular.

- Artur marca -

De tanto insistir o gol do Columbus acabou saindo aos 60, quando o brasileiro Artur disparou um chute certeiro.

Aos 90 minutos, o Revolution quase empatou quando o argentino Gustavo Bou pegou uma bola perdida na pequena área, após um rebote do goleiro Andrew Tarbell.

O Columbus soube aproveitar a vantagem de jogar em seu estádio, onde venceu 12 dos 13 jogos deste ano, sofrendo apenas oito gols.

Comandado pelo icônico Bruce Arena, o New England se classificou para os playoffs em oitavo lugar, mas no mata-mata soube mostrar o talento ofensivo de seus melhores jogadores, o espanhol Carles Gil - ex-jogador do Valencia e do Aston Villa - e o argentino Bou.

Já o Seattle Sounders, atual campeão da MLS, é o favorito na Conferência Oeste e, caso vença, chegará à sua quarta final nos últimos cinco anos, em que conquistou os títulos de 2016 e 2019.

Escalações:

Columbus Crew: Andrew Tarbell - Josh Williams, Jonathan Mensah, Milton Valenzuela, Harrison Afful, Lucas Zelarayán, Artur, Darlington Nagbe, Gyasi Zardes, Pedro Santos e Luis Díaz (Emmanuel Boateng, 80). Técnico: Caleb Porter.

New England: Matt Turner - Henry Kessler, Andrew Farrell, DeJuan Jones (Justin Rennicks, 85), Tajon Buchanan (Kelyn Rowe, 70), Carles Gil, Matt Polster, Scott Caldwell (Tommy McNamara, 70), Adam Buksa, Teal Bunbury (Brandon Bye, 61) e Gustavo Bou. Técnico: Bruce Arena.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.