Uma adolescente e o seu namorado, acusados de matar o pai dela, em Las Vegas, foram filmados rindo depois de levantarem a hipótese de matarem alguém e terem relações sexuais.

O vídeo teria sido filmado enquanto estavam em fuga, imagens que estão a gora sendo usadas contra eles em tribunal.

Aaron Guerrero, de 18 anos, e a sua namorada de 16 anos, Sierra Halseth, filha de um ex-senador do estado do Nevada, são os principais suspeitos da morte do homem.

“Bem vindos ao nosso canal de YouTube...Dia 3 depois de termos matado alguém", diz Aaron.

“Whoa! Não filme isso”, responde Halseth, ao mesmo tempo em que ri..

O vídeo teria sido registrado em abril, seis dias depois de os dois terem, supostamente, matado pai de Sierra, Daniel Halseth, de 45 anos. O casal depois fugiu no Nissan Altima azul do homem, mas foram encontrados menos de uma semana depois em Salt Lake City, enquanto planejavam fugir para a Califórnia.

Os dois teriam matado Daniel depois dele e sua esposa terem proibido a relação da filha, noticia o NY Post.

Apesar de ter apenas 16 anos, Sierra será julgada como um adulto, embora não possa ser condenada a prisão perpétua. Aaron e Sierra são acusados de homicídio, conspiração, incêndio criminoso, roubo e utilização fraudulenta de um cartão de crédito.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.