"Para mim, é essencialmente uma questão de compartilhar a responsabilidade pela catástrofe dos abusos sexuais cometidos por funcionários da Igreja nas últimas décadas", escreveu ele ao Papa, segundo um comunicado no qual ele também denuncia uma "falha institucional ou sistêmica" neste vasto escândalo.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.