Trata-se de "um ataque preventivo" no qual "estimamos que cerca de 15 pessoas foram mortas", disse o porta-voz do Exército, Richard Hecht a repórteres.

A operação "ainda não acabou", acrescentou.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.