Trata-se da primeira derrota de Biden em suas nomeações para seu gabinete.

"Aceitei o pedido de Neera Tanden de retirar seu nome como candidata a Diretor do Gabinete de Gestão e Orçamento", disse Biden em um comunicado.

"Tenho o maior respeito por seu histórico de conquistas, sua experiência e seus conselhos, e espero tê-la em algum cargo na minha administração", acrescentou.

O anúncio ocorreu em meio a um crescente reconhecimento de que Tanden, que atualmente lidera um grupo de análise progressista, não tinha apoio suficiente depois que um senador democrata e vários republicanos moderados disseram que não a confirmariam no cargo.

Desde o anúncio de sua nomeação, Neera Tanden foi alvo de críticas: os republicanos se disseram indignados por antigos comentários contra senadores, enquanto alguns democratas próximos a Bernie Sanders a consideraram centrista demais.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.