Consultado pela AFP, um porta-voz da entidade confirmou a decisão de não emprestar dinheiro para novas operações de extração na região, uma informação antecipada pela agência Bloomberg.

A associação de proteção do meio ambiente Sierra Club comemorou a decisão.

"Goldman Sachs, Morgan Stanley, Chase, Wells Fargo e Citi anunciaram políticas similares este ano", lembrou a ONG em um comunicado.

"O Bank of America enfrentava há meses pressão constante por parte de comunidades indígenas, defensores do meio ambiente e acionistas para se somar a eles", acrescentou o Sierra Club.

O banco anunciou sua decisão depois de o governo de Donald Trump lançar em meados do mês um procedimento para vender concessões de exploração de petróleo e gás em uma reserva nacional da fauna no estado do Alasca, no Ártico.

jum/cjc/gma/dga/mvv

BANK OF AMERICA

GOLDMAN SACHS GROUP

WELLS FARGO & COMPANY

MORGAN STANLEY

CITIGROUP

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.