"Se os dados apresentados forem suficientemente sólidos para se chegar a uma conclusão sobre a qualidade, a segurança e a eficácia da vacina, a EMA (...) concluirá sua avaliação em reunião extraordinária prevista para 29 de dezembro no mais tardar", afirmou a agência em um comunicado.

Alguns minutos antes, a aliança entre os laboratórios Pfizer e BioNTech anunciou que apresentou à agência europeia a demanda de autorização condicional para sua vacina contra a covid-19 na União Europeia.

Outra reunião que acontecerá até 12 de janeiro deve examinar o pedido de comercialização do laboratório americano Moderna para sua vacina, indicou a EMA em outro comunicado.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.