No retorno ao saibro parisiense após conquistar o título em 2019 (no ano passado ela não participou de Roland Garros devido à pandemia), a jovem australiana, de 25 anos, terá pela frente a polonesa Magda Linette ou a francesa Chloe Paquet que se enfrentam também nesta terça-feira.

"É muito especial estar aqui. Fiquei muito decepcionada por não ter vindo no ano passado", disse a tenista antes de deixar a quadra central de Roland Garros.

Barty era uma das dúvidas no início do torneio, já que há duas semanas teve que abandonar o torneio de Roma devido a uma lesão e nesta terça jogou com um curativo na perna esquerda.

O alerta disparou logo após a perda do segundo set, quando ela solicitou a presença de um fisioterapeuta para massagear sua coxa esquerda na mesma quadra.

Apesar disso, ela deu sinais de estar recuperada e venceu o terceiro set e a partida diante da aguerrida Pera.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.