Além das vítimas fatais, 146 pessoas ficaram feridas e foram levadas para hospitais, informou a Agência Nacional de Bombeiros de Taiwan. Um saldo anterior contabilizava 51 mortes.

Entre os mortos está um cidadão francês, enquanto dois japoneses e um residente de Macau estão entre os feridos.

As autoridades informaram que o acidente foi causado por um veículo de manutenção que escorregou por um barranco até a via férrea, perto da cidade costeira de Hualien.

"Suspeita-se que [o motorista] não puxou o freio de mão o suficiente, razão pela qual o veículo escorregou 20 metros [...] até os trilhos do trem", declarou à imprensa o vice-diretor da Autoridade Ferroviária de Taiwan, Feng Hui-sheng.

Fotos da mídia local mostram a traseira de um caminhão com plataforma amarelo tombado perto do trem.

A presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, visitou um centro de emergência da capital, Taipei, e garantiu que a tragédia será investigada.

"Claro, vamos esclarecer a causa do incidente que causou tantas vítimas", disse a repórteres.

"Espero que os falecidos descansem em paz e que os feridos se recuperem logo", acrescentou.

O acidente ocorreu por volta das 09h30 (22h30 de quinta-feira no horário de Brasília) na linha leste de Taiwan.

As imagens veiculadas pela mídia local UDN mostram a frente do trem dentro do túnel completamente destruída.

A Cruz Vermelha de Taiwan também divulgou imagens de socorristas equipados com capacetes e lanternas andando no teto do trem dentro do túnel para alcançar os sobreviventes.

- "Sacudida violenta e repentina" -

Os passageiros da parte traseira do comboio conseguiram escapar do acidente relativamente ilesos.

"Senti uma sacudida violenta e repentina e caí no chão", relatou uma mulher a uma rede de televisão. "Nós quebramos a janela para subir no teto do trem e sair".

O trem de oito vagões, que transportava cerca de 480 passageiros, estava indo de Taipei para a cidade de Taitung, no sudeste da ilha.

As equipes de resgate trabalharam por horas para ajudar os passageiros presos no túnel.

No meio da tarde, as autoridades indicaram que não restava mais ninguém dentro dos vagões, embora dezenas de equipes de resgate permanecessem no local, segundo repórteres da AFP no local.

O acidente coincide com o início do feriado anual da limpeza dos túmulos, um feriado prolongado que enche as estradas e ferrovias do país.

Durante este período, os habitantes geralmente voltam às suas cidades natais para limpar os túmulos de seus parentes e fazer oferendas.

A linha férrea do leste de Taiwan costuma ser uma atração turística, pois percorre sua esplêndida e menos populosa costa oriental.

Através de vários túneis e pontes, serpenteia as montanhas e desfiladeiros espetaculares antes de descer pelo Vale Huadong.

O acidente desta sexta-feira é uma das piores catástrofes ferroviárias já registradas em Taiwan.

O último grande descarrilamento data de 2018, quando 18 pessoas morreram no extremo sul da mesma linha.

O maquinista daquele trem de oito vagões foi então acusado de homicídio culposo. Mais de 200 dos 366 passageiros ficaram feridos.

Este acidente foi o pior desde 1991, quando 30 passageiros morreram e 112 ficaram feridos na colisão de dois trens em Miaoli.

O jornal Apple Daily notou que o pior acidente na ilha foi em 1948 e deixou 64 mortos.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.