"Saiam das praias, dos portos e das marinas" ao longo da costa da Califórnia até o Alasca, afirmou o Serviço Nacional do Clima dos Estados Unidos, que previu ondas de até 60 centímetros, fortes correntes e inundações costeiras.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico disse que, "no nomento, um tsunami está sendo observado" no arquipélago havaiano, mas "nenhum dano foi relatado, e houve apenas inundações menores nas ilhas".

Os moradores de Tonga fugiram assustados para terrenos mais altos, depois que a erupção do vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha'apai desencadeou um tsunami com uma onda de menos de 1,5 metro, na capital de Tonga, Nuku'alofa.

Várias nações do Pacífico emitiram advertências similares, incluindo Nova Zelândia, Fiji, Vanuatu e Austrália.

O Chile também lançou um alerta para sua faixa costeira. O Escritório Nacional de Emergências (Onemi) alertou hoje sobre a possibilidade de um "tsunami menor" atingir a Ilha de Páscoa, a 3.300 km a oeste da costa chilena, no meio do Oceano Pacífico, após o incidente de Tonga.

Mais cedo, a Rede Geocientífica do Chile destacou que o tsunami que atingiria a ilha polinésia seria de, no máximo, 30 centímetros.

A última erupção do vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha'apai durou pelo menos oito minutos e expeliu colunas de gás, cinzas e fumaça a vários quilômetros de altura.

Isso ocorreu apenas algumas horas depois da emissão de um alerta de tsunami separado, na sexta-feira, devido a uma erupção prévia.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.