O jovem, que estava na França desde o início de outubro, foi identificado pela fonte como Brahim Aoussaoui. Ele teria chegado a Lampedusa no final de setembro e foi colocado em quarentena, antes de ser obrigado a deixar o território italiano.

Os conteúdos mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Brasil e fique por dentro.

Siga-nos na sua rede favorita.